15
Qui, Abril

Campanha salarial dos metalúrgicos da CUT-RS é lançada em live

A Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do RS (FTM-RS) e sindicatos filiados deram o pontapé inicial na campanha salarial 2020/2021 nesta terça-feira (22), através de uma live de lançamento da campanha na página da Federação no facebook. Durante uma hora, os dirigentes conversaram com metalúrgicos de todas as regiões do estado, preparando a base para as negociações.

Neste ano atípico, a negociação do reajuste salarial para a categoria acontecerá em novembro. Devido à pandemia do coronavírus, a FTM-RS optou por renovar as cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho. Com isso, garantiu os direitos da categoria até abril de 2021 e por entender que em abril vivíamos um momento de inúmeras incertezas, jogou a negociação das cláusulas econômicas para novembro.

O presidente da FTM-RS, Lírio Segalla e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Porto Alegre, João Batista Massena foram os participantes e lembraram que desde o começo da pandemia, as ações da Federação e suas entidades filiadas foram pautadas pelo tripé: proteção à saúde do trabalhador e seus familiares, manutenção do emprego e o garantir ao máximo possível da remuneração.

Agora é hora de cuidar dos salários
“Os trabalhadores colaboraram, é muito, com as empresas e os empresários. Já fizemos a nossa cota de sacrifício ao termos os salários e jornadas reduzidos ou os contratos suspensos. Agora retornamos a nossa campanha salarial para tratar de repor as perdas que tivemos durante esse período”, destacou Lírio.

O presidente da Federação também salientou que uma negociação é feita de reciprocidade e que tem muitas empresas que estão lucrando, apesar do cenário de pandemia. Um dos exemplos é o setor de máquinas agrícolas que não chegou a parar com as políticas de restrições de combate ao covid-19 e que se manteve com a produção em alta.

“Procuramos a patronal para antecipar o reajuste para agosto e eles não aceitaram. Porém, lembramos que em março tivemos um gesto de grandeza ao buscar negociar com este setor como fizemos nos outros. Só que o cenário das empresas de máquinas agrícolas era bem diferente da metalurgia, a safra da soja já está toda vendida. Eles nunca deixaram de produzir e de lucras e não tiveram a grandeza de negociar com a gente em agosto”, declarou Lírio.

Já Massena chamou atenção para os comentários dos trabalhadores e trabalhadoras que acompanhavam a live. “Muitos afirmam o que estamos falando, que há contratações e produção em alta. A maioria das empresas não estão mais em dificuldades e os trabalhadores tem consciência disso”.

Para ele, é justamente os trabalhadores que estão atravessando um período de dificuldades e precisam lidar com inúmeras incertezas. “Agora é hora de virar esse jogo e para isso precisamos organizar a nossa luta e mostrar a nossa força. Pois não é o sindicato que dá reajuste para alguém, são os próprios trabalhadores que conquistam. E essa live é apenas o começo dessa nossa organização”, reforça ele.

A mediação foi feita pelo secretário de Finanças, Milton Viário. O lançamento da campanha salarial foi transmitido pela página da FTM-RS no facebook e por diversos sindicatos filiados.

Confira a live aqui.


Fonte: FTM-RS